Festas do Espírito Santo

Study European PortugueseFestas do Espirito Santo, Azores.

Nesta altura do ano, em qualquer ilha dos Açores que estejamos e lugar dela que passemos vive-se um ambiente de festa – eis que chegamos ao Espírito Santo, semana na qual nos encontramos e à qual se segue a da “Santíssima Trindade”. Estas festas, apesar de se iniciarem depois do Domingo de Páscoa, em proporções menores, têm como dias principais as semanas que antecedem o Domingo do Espírito Santo e o seguinte da Trindade. Prolongando-se, por vezes, até ao verão, com famílias que aguardam a chegada de emigrantes açorianos que vêm de férias.

AS Festas do Divino Espirito SantoO culto do Espírito Santo, de inspiração franciscana, remonta ao tempo de D. Diniz e da Rainha Santa Isabel e, apesar de se ter iniciado em Portugal continental, onde atualmente já quase desapareceu, mantem-se bem vivo nos Açores, existindo ainda em locais como Brasil, EUA e Canadá levado por emigrantes açorianos. Este culto dignifica o Espírito Santo, uma das Pessoas da Santíssima Trindade, a par da exaltação da fraternidade, sendo esta a essência das Festas do Espírito Santo: a partilha do bodo (alimento) com os demais.

Esta festa é a Festa do povo açoriano, uma festa feita em forma de dádiva e partilha, através do pão, do vinho e da carne. E onde se encontra um dos pratos mais tradicionais e apreciados: as Sopas do Espírito Santo, ansiadas por muitos e comidas com deleite e sentimento, sentimento que é unânime a esta gente.

Festas do Espirito Santo - AzoresA cada ano são escolhidos os mordomos (pessoas que dão a festa) para o ano seguinte, guardando estes, em sua casa e em lugar de destaque, as insígnias do Divino Espírito Santo (coroa e prato, cetro, em alguns lugares uma espadinha, a imagem da Rainha Santa Isabel, varas de madeira e uma bandeira). Chegado o tempo da festa, estas insígnias são levadas para o império (pequeno edifício religioso original da arquitetura açoriana, semelhante a uma capelinha em miniatura) ou para a casa onde é celebrada a festa, aí é construído um altar, enfeitado com flores e bonitos tecidos, no qual são colocadas algumas insígnias. Junto a este é rezado um terço todas as noites, durante a semana que dura a festa (de domingo ao domingo seguinte), reunindo-se familiares e amigos dos mordomos para rezar e conviver.

Durante esta semana é cozido pão de trigo e massa sovada em fornos de lenha e no final da Azorean Culturesemana é preparada a carne, normalmente oferecida no cumprimento de promessas, que é cozida com couves e especiarias originando depois, a partir do seu caldo colocado a ferver em cima do pão cortado às fatias e aromatizado com folhinhas de hortelã, as tradicionais sopas do Espírito Santo, acompanhadas de vinho de cheiro e da deliciosa massa sovada. No sábado fazem-se papas de arroz (ou arroz doce), servidas como sobremesa no almoço da festa e em alguns lugares são feitos ainda outros tipos de doces tradicionais (queijadas, espécie, caramelos, suspiros, entre outros), sendo um dos mais antigos e apreciados o doce branco ou alfenim.

No domingo vai-sMaria Oliveira-European Portuguese and Culturee à igreja, onde é coroado o imperador, geralmente uma criança ou alguém escolhido, levando os familiares, amigos ou convidados, cada um uma das insígnias e acompanhando a coroa em procissão até à igreja. No final da missa é feita a coroação e regressa-se em procissão para o local onde são servidas as sopas. Ao final do dia, a coroa e as insígnias são levadas até à casa dos mordomos da semana seguinte, que as recebem durante essa semana.

Como já foi referido, as Festas em louvor do Divino Espírito Santo variam não só de ilha para ilha, mas até mesmo de freguesia para freguesia na mesma ilha, assim, poder-se-ão encontrar tradições distintas da aqui descrita sumariamente. Por exemplo, os bodos de leite, que fazem parte desta tradição, mas acontecem a um outro dia da semana, nos quais é distribuído vinho, massa sovada, queijo e tremoços por quem passa, havendo por vezes uma procissão com o gado oferecido para a festa, acompanhado de tocadores de músicas tradicionais.

Independentemente das características destas festas, não há, neste meio do atlântico,Maria Oliveira Language Learning Center quem não respeite e sinta o Divino Espírito Santo, sendo mesmo capaz de ultrapassar diferenças de crenças, trazendo todos a uma mesma mesa, onde se celebra a vida e aquilo que somos pela partilha, de uma forma simples, mas verdadeira, no fundo, uma ode à humanidade.

São assim, estas festas do Espírito Santo as principais festas dos Açores e o culto de máxima importância, celebrado nesta época, mas relembrado e respeitado todo o ano, uma marca cultural e etnográfica desta região, confirmado pelo Dia da Região Autónoma dos Açores que se assinala na Segunda-feira do Espírito Santo.

Learn European Portuguese at:  Maria Oliveira Language Learning Center is located in Richmond, CA 94806  (East Bay, Contra Costa County).

Driving directions to Maria Oliveira’s Language Learning Center in Richmond, CA.

 

Posted in Cultural Articles | Tagged , , , , , | Leave a comment

Santos Populares nos Açores

Learn to Speak PortugueseJunho! Chegamos aos Santos Populares e há quem diga mesmo que não há festas como estas!  E a verdade é que a festa está aí, verdadeira tradição em forma de festa e que o tempo não apaga, começando com o Santo António a 13 de Junho, passando pelo São João no dia 24, até ao São Pedro a 29.

Apesar do Santo António falar mais alto em Lisboa e o Porto acolher tão bem o São João,Learn to Speak Portuguese nos Azores em terras açorianas os festejos não se ficam atrás – ou não estivéssemos a falar deste povo festeiro. O Santo António já se acabou mas mais um ano fez as honras da casa e abriu muito bem a época dos Santos Populares, estendendo-se pelos mais variados festejos verão abaixo. Nos Açores, o Santo António é festejado sobretudo nos locais onde este é padroeiro, mas acaba por ser lembrado um pouco por todas as ilhas, por mais não seja, como pretexto para as primeiras sardinhadas a juntar os amigos ou mesmo para os primeiros bailaricos de rua. Logo de seguida, chega-nos o São João, de forte tradição na ilha Terceira, com as suas grandiosas Festas Sanjoaninas, mas também festejado no Faial, nas Flores, em Santa Maria e um pouco por todos as ilhas. Já o São Pedro vai contar com grandes comemorações sobretudo no Pico e em São Miguel.

As celebrações contam com marchas, desfiles, cantares, danças e bailes populares, nos quais todos dançam. Na noite de São João são ainda muitos os lugares iluminados e aquecidos pelas tradicionais fogueiras de São João, mas são já poucos os que se aventuramLearn to Speak Portuguese a salta-las.

Somado à folia dos Santos, o bom tempo que se faz sentir com a chegada do tão ansiado verão, as tardes solarengas e vagarosas e as noites quentes, incitam esta ida para as ruas – tão joviais, enfeitadas com arcos e balões – atraindo qualquer um com o cheiro a sardinhas assadas e outros petiscos.

Assim são os Santos Populares, com a capacidade de mobilizar o povo de tal forma que as ruas se enchem de uma alegria contagiante, consumando-se a festa entre conversas, petiscos, brindes e bailaricos. E são sem dúvida estas festas tão populares e vivas uma das mais genuínas evidências e marcas do povo que somos, um povo que sai à rua, dança e celebra!
Comprovando a importância das tradições e o quão bonito é quando estas não se perdem, mas se renovam, tal como cantigas que continuam a saltar de boca em boca:

«Santo António já se acabou,
o S. Pedro está a acabar,
S. João, S. João, dá cá um balão para eu brincar.»

 Learn to Speak Portuguese with us:

Maria Oliveira Language Learning Center
Call us to register or if you have any questions:
TOLL FREE: 877-251-8353 or LOCAL 510-223-3320

For our Online Courses or Language Programs on CD

Graphic: Maria Oliveira Language Learning, East Bay CA. Learn Portuguese, Learn Spanish

 

Posted in Cultural Articles | Tagged , , , , | Leave a comment

DIA DE PORTUGAL: CELEBRATING THE PAST AND THE PRESENT

DIA DE PORTUGALThe recent Dia de Portugal celebration in San Jose, California was enjoyed by thousands of attendees. For many this is a time to enjoy music and dancing, native food, and unique handicrafts. But for people of Portuguese background this unique event is a very special day that takes place on, or near, June 10. What happened on June 10 to cause Portuguese communities around the world to stop and celebrate their heritage both past and present? It’s about a brilliant poet, Luis Vaz de Camões, who lived in the 1500’s and is so identified with his homeland that celebrating him on the date of his death has become a way to give voice to the heartfelt link that Portuguese people have with their country. It is a day of pride, honor, and patriotic exuberance.

Luis Vaz de Camões lived a full and eventful life, but most notable about him is that although he suffered shipwrecks, incarceration, and the loss of an eye,  he completed his epic poem, Os Lusíadas.  This poem celebrates the Portuguese heroes who lived during that well-known era of risk-taking explorers. These are the adventurers who brought fame, wealth, and power to their homeland by going where no one had gone before. Despite the fact that Camões is not a commonly recognized name today, scholars recognize his work to be on the same level as Shakespeare. But make no mistake, in Portugal, the poet is honored and revered as a symbol of Portuguese nationalism.

The recognition of Camões began in the 1940’s when Salazar invoked the poet in order to awaken nationalistic fervor, but the celebration aspect came to full fruition in the early 1970’s. Since that time it has become a major day of national pride in Portugal and a joyous connection for those who are away from their homeland. Wherever there are Portuguese people living, there is bound to be a celebration.

Look for Dia de Portugal near you, and join in the fun!

 

Posted in Cultural Articles | Tagged , , | Leave a comment